O programa

Ler para Crescer 

É um programa de incentivo à leitura e à cidadania do jornal Folha da Região, de Araçatuba, que nasceu em 1994 associado ao Programa Jornal e Educação da ANJ - Associação Nacional dos Jornais.

Consiste em uma série de iniciativas comprometidas com a promoção da leitura e da escrita entre os estudantes - de todos os níveis - da cidade e região. Tratam-se de cursos de formação continuada para professores, oficinas, palestras, seminários, workshops, visitas monitoradas, distribuição gratuita de exemplares de jornais, entre outras ações.

Com o objetivo de informar para melhorar a sociedade onde se está inserido, o programa desenvolve iniciativas educativas para formar leitores críticos - por meio do fomento ao acesso à informação - e ajudar na construção da cidadania e participação social do público leitor. Nesse processo, é auxiliado por empresas socialmente responsáveis, que financiam parte do trabalho.

Com esta ação, a Folha da Região auxilia no aprimoramento da expressão oral e escrita, amplia e dá significado aos conteúdos escolares, estimula o pensar integral, desenvolve a reflexão crítica, possibilita uma melhor compreensão da realidade e estimula a atuação efetiva de educadores e educandos no contexto social, tudo isso aliado ao fomento à educação e cidadania ativa.

Comprovadamente já se sabe, o jornal é um recurso educacional e pedagógico. Quem afirma isso são as centenas de professores que já passaram pelos cursos de formação continuada promovidos (gratuitamente) pela Folha da Região ao longo desses anos.
 
Entre as metas do Ler para Crescer estão:
1. Contribuir para que os cidadãos da região de Araçatuba atinjam um domínio mais pleno de leitura, escrita e interpretação,
2. Ajudar na democratização da informação trabalhando seu acesso e pluralidade como direito cidadão fundamental à construção do conhecimento, tomada de decisão, autonomia e exercício pleno da cidadania,
3. Associar a leitura de jornais a uma dimensão mais ampla de leitura, afim de estimular o prazer de ler e a construção de conhecimento,
4. Fomentar o acesso ao veículo jornal, difundindo junto aos públicos atingidos, as diversas linguagens deste meio de comunicação, sua estrutura, natureza e lógica jornalísticas, bem como sua importância no conjunto das forças e mediadores sociais,
5. Contribuir para a dinamização do currículo escolar como um todo, apresentando o jornal seus conteúdos, linguagens e gêneros textuais como um suporte ao desenvolvimento de processos inovadores, criativos, atraentes e atuais de ensino-aprendizagem.





* Editado por Ayne Salviano - Janeiro de 2011.