terça-feira, 22 de maio de 2012

Professora conscientiza alunos por meio de mural


Folha da Região - 22/05/2012 (B6)

Fotos: profa. Renata
A professora de línguas portuguesa e inglesa Renata de Souza Ubeda realizou com os alunos do 1º ano C do ensino médio da Escola Estadual Professor Genésio de Assis, localizada no bairro Paraíso, em Araçatuba, a atividade de um jornal mural baseado nas edições da Folha da Região que a escola recebe todos os dias por meio do Programa Jornal e Educação Ler para Crescer. O objetivo foi aprimorar o conhecimento sobre gêneros textuais.
Antes de iniciar o projeto, a educadora teve o cuidado de explicar como é a organização deste veículo de comunicação, como são divididos os cadernos, como funcionam as seções, mas especialmente sobre a importância do jornal na vida dos cidadãos. Para o pensador Hegel, por exemplo, “o jornal é a oração matinal do homem moderno”.



MÃOS A OBRA
A partir dessa exploração do material, professora e alunos adaptaram o formato de um jornal convencional para um mural. Eles optaram por expor o trabalho desta forma, pois, segundo Renata, esse suporte é muito útil na escola já que proporciona a divulgação dos trabalhos para todas as classes.



MULTIFACETADO
A iniciativa da professora Renata surgiu a partir da necessidade de se aplicar (e explicar) os gêneros textuais que fazem parte do planejamento escolar. "A gente sabe que usando o jornal na sala de aula pode-se envolver todos os aspectos da língua portuguesa, como a gramática, a produção e a interpretação de textos", comenta.

Profa. Renata
Ela explicou que fez um aprofundamento do material. Em cada aula ensinou sobre um gênero textual diferente. Mas é claro que toda esta conversa começou com a parte teórica. A professora precisou explicar o que são os gêneros textuais, como encontrá-los no cotidiano, em quais esferas da sociedade eles podem ser utilizados e qual é a finalidade de cada um.



TRABALHOS
Depois os alunos foram reunidos em grupos e cada grupo pode explorar um dos gêneros que aparecem no jornal. Teve trabalhos de recorte, colagem, interpretação, produção e reescrita de texto.
Entre as metas estava ensinar a importância do jornal na sala de aula e a função social que este veículo de comunicação tem na vida deles. A educadora citou como exemplo que o jornal não é apenas uma ferramenta para adquirir conhecimento, mas também pode ser usado como meio de introdução ao mercado de trabalho, a partir dos classificados, por exemplo.
Segundo Renata, pelo menos 90% dos objetivos foram alcançados, o que a deixou muito satisfeita, pois ela considera que esse exercício foi um desafio “que valeu muito a pena”. Ela contou com o apoio da diretora Maria Brígida Bragança e das coordenadoras Patrícia Orsati e Larissa Gravata.



O OUTRO LADO
De acordo com a professora Renata, a boa aceitação dos estudantes em relação ao projeto é uma das provas que o jornal já faz parte do dia a dia deles, por causa da família que, na maioria das vezes, tem acesso a este veículo de comunicação. O papel da educadora, neste caso, foi fazer com que os jovens enxergassem o valioso meio de comunicação que eles têm em suas mãos todos os dias.
Com o trabalho concluído, os alunos receberam elogios dos professores e dos colegas de outras salas. E isso, segundo a professora, trouxe grande melhora na autoestima deles.

Para Renata, outro fator que motivou os alunos foi descobrir que os projetos escolares não precisam ficar apenas dentro da escola. Quando os jovens perceberam que a divulgação das informações faz bem para a escola e, consequentemente, para eles, a grande maioria da classe quis participar. “Eles tinham a esperança de ver os trabalhos valorizados por um importante veículo de comunicação da cidade”, revela a professora.
Para a coordenadora do Ler para Crescer, Ayne Regina Gonçalves Salviano, experiências como na escola Genésio de Assis têm sido muito positivas, pois os adolescentes se conscientizam que fazem parte de uma sociedade maior, onde podem ter destaque por aquilo que pensam e transmitem (leia mais em lerparacrescer.folhadaregiao.com.br).

2 comentários:

  1. Gostei muito da iniciativa da professora!
    É uma ótima ideia utilizar um jornal mural para desenvolver e aprimorar a escrita e a leitura dos alunos.
    Parabéns!

    ResponderExcluir