quarta-feira, 2 de maio de 2012

Escolas podem participar de ‘A Entrevista dos Sonhos’


Folha da Região - 24/04/2012 (B6)

As escolas de Araçatuba e região que são parceiras do Programa Jornal e Educação Ler para Crescer podem participar do concurso "A Entrevista dos Meus Sonhos - Um festival global de reportagens feitas por jovens sobre histórias de sucesso", realizado pela Associação Mundial de Jornais e Editores de Notícias (WAN-IFRA) com o apoio da ANJ (Associação Nacional de Jornais).
O desafio é para estudantes de 11 a 15 anos. O professor responsável deve montar as equipes (de quatro a seis integrantes) e cada grupo vai escolher alguém para entrevistar. Pode ser uma personalidade que atue no serviço público, no entretenimento, nas artes, esportes, enfim, alguém que tenha atingido o sucesso com trabalho árduo ou alguém que tenha uma grande história de superação.


PASSO A PASSO
Cada equipe deve formular as perguntas, entrevistar seu personagem, montar o texto final e enviá-lo para a coordenação do Ler para Crescer, que selecionará as melhores entrevistas. Há um manual de como fazer entrevistas e o texto final que o Ler para Crescer vai disponibilizar gratuitamente aos professores interessados. Basta enviar um e-mail para lerparacrescer@folhadaregiao.com.br.
As escolhidas deverão ser traduzidas para o inglês e enviadas por meio do programa jornal e educação da Folha da Região, para um júri internacional de jornalistas de prestígio.
Esses profissionais escolherão duas entrevistas para serem as vencedoras globais. As equipes vitoriosas ganharão uma viagem para a cerimônia de premiação no "Media Port" durante a WAN-IFRA Expo, em Madri, Espanha, nos dias 29 e 30 de outubro. Poderão viajar o professor responsável pelo trabalho e dois alunos.
Para participar do concurso em nível internacional, as reportagens deverão ser publicadas pela Folha da Região as entrevistas serão divulgadas em inglês pelo site www.theinterviewpeople.com e os royalties vão para as escolas vencedoras.

LANÇAMENTO
Entre abril e junho será feito o lançamento do programa e os jornais terão até o final de maio para enviar ao júri as duas melhores entrevistas das escolas associadas. Em julho a comissão escolherá os textos vencedores e no final do mês eles serão divulgados. Em outubro será a cerimônia para premiar os vencedores na capital espanhola.
O concurso tem a finalidade de ensinar para os estudantes a importância do trabalho jornalístico, como é satisfatório o reconhecimento por ele e como vale a pena a dedicação e o esforço feito para a realização profissional. Outro objetivo é fazer com que os participantes aprendam técnicas para entrevista e elementos essenciais de linguística.
Além disso, os estudantes irão aprender a pesquisar para um desempenho melhor nas entrevistas, como conhecer melhor quem eles estão entrevistando e entender que isso é fundamental para poder formular perguntas interessantes. O projeto também serve para incentivar a leitura de jornais, para ver como foram feitas outras entrevistas e analisá-las criticamente.

CRITÉRIOS
Não serão aceitas entrevistas feitas individualmente, pois o projeto também tem a intenção de estimular habilidades de convivência em grupo.
Tanto o formato de artigo como o estilo de perguntas e respostas simples serão aceitos pelo júri. Os participantes devem escolher a maneira como o texto será redigido.
Como é um texto para jornal, o indicado é que ele tenha no mínimo 800 caracteres e no máximo 1.000 caracteres, o que seria o mesmo que duas páginas de um impresso.
O júri irá avaliar a forma em que a entrevista foi feita, especialmente as questões. Assim sendo, o foco precisa ser nas técnicas textuais e não exatamente na pessoa escolhida. O importante é achar uma história interessante, mesmo que a pessoa não tenha muita fama.

Nenhum comentário:

Postar um comentário