quinta-feira, 29 de março de 2012

Recuperação extraclasse será mantida



Folha da Região - 29/03/2012 (B7)


A Secretaria Estadual de Educação voltou atrás e anunciou ontem que o modelo de recuperação fora do período regular de aula, para alunos com dificuldades de aprendizagem, não será extinto - ao contrário do que previa novo modelo de apoio escolar divulgado em janeiro. O recuo se deu após declaração do governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB), no final de semana, de que o modelo anterior não seria abandonado.
Segundo a Secretaria, esse reforço seguirá concomitantemente com o novo projeto, que prevê duas opções: recuperação contínua, com atuação de um segundo professor em algumas classes, e a intensiva, com a criação de classes menores em algumas séries do ensino fundamental. A informação da Secretaria era de que a nova resolução substituiria a recuperação no contraturno, sem que houvesse contestações da Pasta.


DECLARAÇÃO
O secretário de Educação, Herman Voorwald, negou ter sido submetido à pressão política. Ele defende que nunca houve a intenção da substituição completa do modelo.
Desde 1997, alunos com dificuldades podiam contar com apoio escolar após o período regular de aula - de manhã para quem estuda à tarde e vice versa.
Ao longo do ano passado, a secretaria estadual avaliou com os professores da rede pública que o modelo não vinha tendo bons resultados porque os alunos não compareciam às aulas.
A Pasta vai publicar uma instrução para disciplinar as aulas no contraturno. Uma mudança que já está valendo é a impossibilidade de professores atribuírem aulas antes de uma avaliação da escola sobre a necessidade de formar classes de recuperação. O objetivo é evitar turmas ociosas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário