quarta-feira, 21 de março de 2012

Professores compartilham experiências com jornais



Eduardo Fonseca
Folha da Região - 20\03\2012 B6



Ana Eliza de Assis Lemos Senche,
 diretora geral da Folha da Região, na abertura do evento
Foto: Valdivo Pereira
Professores de escolas públicas e particulares de Araçatuba e região participaram, na semana passada, de um encontro para discutir o papel da mídia na educação. O encontro, que foi realizado no Unitoledo (Centro Universitário Toledo) em parceria com a Diretoria de Ensino da Região de Araçatuba, faz parte da programação do Ler para Crescer da Folha da Região.
A coordenadora executiva do Programa Jornal e Educação da ANJ (Associação Nacional de Jornais), Cristiane Parente, foi convidada para participar do encontro e contou que sempre acompanha professores e alunos em discussões como a promovida em Araçatuba. Além do Brasil, Cristiane participa de eventos em outros países.



DESTAQUES
Cristiane Parente trouxe experiências nacionais e internacionais
Foto: Valdivo Pereira
Segundo ela, o encontro com os professores no período da tarde da última quinta-feira foi o que mais chamou a atenção, pois teve a oportunidade de conhecer os projetos desenvolvidos pelos docentes nas escolas. “Aqui eu tive muitas ideias que vou apresentar lá fora. Os trabalhos que as escolas fazem com a mídia são muito interessantes, principalmente o jornal impresso, porque é por meio dele que professores e alunos fazem a análise do cotidiano”, completou.
No evento, professores das escolas Professora Purcina Elisa de Almeida, Professora Altina Moraes Sampaio, Professor Abranche José e Sesi-349, todas de Araçatuba, e também da escola Arco-Íris, de Guararapes, apresentaram projetos desenvolvidos com alunos usando os veículos de comunicação, especialmente os jornais.

EXPERIÊNCIAS
A professora Cristina Espivalquis, da escola Purcina Elisa de Almeida, apresentou jornais, gibis e fotografias produzidos pelos alunos. Os jornais noticiaram as informações que os alunos apuraram sobre eventos e acontecimentos dos bairros em que moram. A história em quadrinhos foi feita para discutir situações escolares, com personagens da própria escola. A exposição de fotojornalismo humanizou a comunidade escolar. Um dos alunos chegou a adotar um cão que foi fotografado para a exposição, que tinha como tema o abandono de animais.
Educadores assistem palestra de especialistas
Foto: Valdivo Pereira
Na apresentação da escola Abranche José, foi mostrado um telejornal completo realizado pelos estudantes do período noturno. E pelo Sesi, um estudo sobre publicidade x propaganda transformou-se em uma feira de trocas depois da conscientização das crianças sobre o consumismo.
A coordenadora Sueli Garcia, da escola Altina Moraes Sampaio, destacou um fato interessante aos presentes. No ano passado, um aluno da escola foi presenteado com uma câmera fotográfica digital. O presente foi enviado pelo correio, de Madri, na Espanha, por um leitor da Folha da Região que percebeu o interesse do garoto por fotografia.
Em 18 anos de projeto, foi a segunda vez que a Folha reuniu em um evento educadores e especialistas para um debate sobre as novidades de mídia e educação que estão acontecendo no Brasil e no mundo. O primeiro aconteceu em 2001, quando a Folha sediou o encontro nacional dos coordenadores dos programas Jornal e Educação do país.


Nenhum comentário:

Postar um comentário