segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Coluna Mídia e Educação: Media training

Por Ayne Salviano

As duas palavras que dão título a esta coluna hoje são termos em inglês que significam ‘treinamento para a mídia’. Trata-se de um programa de comunicação que objetiva preparar porta-vozes de entidades, empresas e instituições para o relacionamento adequado com a imprensa.



BENEFÍCIOS
Isto é benéfico por dois motivos: auxilia que o ‘mundo exterior’ às redações interaja de maneira eficiente e segura com os jornalistas e, ao mesmo tempo, faz com que essas pessoas se transformem em fontes de informação junto aos veículos de comunicação, o que é bom para os profissionais da comunicação e ajuda a fortalecer a imagem da instituição envolvida.

DEFICIÊNCIAS
O media training está se tornando uma atividade cada vez mais necessária em todas as esferas da vida pública porque mesmo a mídia sendo essencial para a sociedade (é a oração matinal do homem moderno, segundo Hegel), poucos conhecem alguns valores jornalísticos, como os critérios de noticiabilidade e o deadline, por exemplo.

INCAPACIDADE
Não é possível explicar de forma simples, em tão pouco espaço, todas estas ideias, mas que fique registrado que os critérios são conceitos técnicos que determinam o que deve ser (e o que não deve ser) notícia, e deadline é o último prazo para conseguir divulgar uma informação.

CARÊNCIA
Escrevo sobre isso porque as escolas, especialmente, são instituições carentes de profissionais que conheçam o dia a dia das redações. E na ânsia de conseguirem realizar todos os seus projetos pedagógicos, se esquecem que poderiam avisar a imprensa com antecedência dos fatos e, desta forma, ‘venderem’ mais pautas para os jornalistas.

EXPLICAÇÃO
A palavra ‘vender’ deve ficar entre aspas porque esta expressão jornalística significa convencer os profissionais da imprensa da importância dos fatos que estão acontecendo e poderiam ser noticiados.

CURSO
Acompanho diariamente a luta dos educadores pela cobertura de suas ações, muitas de grande importância para a sociedade e que merecem destaque no noticiário. Outros, eventos singulares, mas que não têm registros justamente porque não atendem aos critérios de noticiabilidade. É preciso capacitar os educadores para o Media Training também, uma iniciativa que o Ler para Crescer promoverá em 2012. Fiquem atentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário