quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Esta é a Geração C


Fernando Arbache - Jornal da Tarde


Esta turma totalmente diferente, que podemos chamar de geração C, é o presente e será nosso breve futuro

No século XX, comprar um tênis era escolher por um bamba, conga ou kichute. Comprar uma biscoito era escolher entre o Maria, de Maizena e, em festa, o waffle. Controle Remoto? Coisa de família Jetson. Internet? Não existia. O tempo passou, muita coisa mudou, a tecnologia disparou e a Internet chegou.

Atualmente posso comprar tênis de todas as formas, cores e finalidades. Podemos montar um tênis com meu nome, telefone ou alguma frase que gosto. Hoje existe biscoito doce e salgado ao mesmo tempo, que explode e é apimentado. Posso controlar, com meu telefone, a temperatura de minha casa, a abertura da janela, a televisão, o rádio, o DVD e a TV. Controlo tudo com poucos cliques. Tenho mais interatividade, mais acesso, mais informação, mas ainda sou da geração X e não sei se me acostumei com tudo isto.

Mas e as pessoas que nasceram imersas neste mundo? Tudo certamente lhes parecerá natural. Podem controlar mais coisas que podíamos, podem se comunicar com o mundo todo, colaborar com ideias, concatenar pensamentos, podem criar, construir e conectar mais, pois isto é seu cotidiano. Nasceram e cresceram com essa realidade. A inovação lhes parece apenas algo temporário. Tudo parece um game. Querem transformar tudo em uma disputa, tentando se superar a cada dia. Não são presos a tabus, por que todo mundo pode falar no Facebook. As ideias se sobrepõem às caras. As amizades são virtuais. Os encontros são remotos.


Ser dono, ser chefe ou ser poderoso, não é mais barreira. Todos se encontram no Twitter. Se move multidões em busca de um ideal. Derrubam ditadores, corruptos e todos que tentam os calar. Ganham dinheiro no Mercado Livre, fazendo códigos, vendendo canções e ficando famosos no YouTube. Ter emprego é apenas mais uma das ideias. Ter liberdade é a grande verdade.

Não sei? Vou ao Wikipedia. Estou com dúvidas? Pergunto em uma lista. Todos falam com todos. Esse é um novo mundo que separa o antes do agora. Não sabemos o que virá amanhã, mas certamente será diferente de hoje. Esta turma totalmente diferente, que podemos chamar de geração C, é o presente e será nosso breve futuro.

São eles que comprarão, venderão e mandarão. Sou geração X envolto na geração Y e agora a C. Convergir a eles ou resistir?

Muitos tentam resistir, pois é algo novo e complexo, algo que é difícil de entender. Ao olhar para trás percebemos que nunca quem veio a frente mudou o futuro com tanta velocidade. As ideias modificam-se todos os dias.

Mudar deixa de ser uma opção, para tornar-se uma necessidade. A geração C está correta ou errada em ser assim? Enquanto está pensando o mundo continua mudando. Não tem como contestar, tem de aceitar, pois ela veio para ficar.

Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,esta-e-a-geracao-c,798495,0.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário