quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Escola de Birigui faz concurso de redação


Como disse o célebre escritor português e grande incentivador da escrita Júlio Dantas, “o que é mais difícil não é escrever muito; é dizer tudo escrevendo pouco”.  Em comemoração ao dia do estudante, a EE (Escola Estadual) Professora Regina Valarini, de Birigui, realizou um concurso de redação voltado para os estudantes do ensino médio.



Foram disponibilizados aos alunos textos como a “Oração do Estudante” e a letra da música “Coração de Estudante”, para apoio e reflexão. Os estudantes tiveram, como proposta, escrever um texto dissertativo (de no máximo 30 linhas) sobre o tema “O que é ser estudante: desafios, dificuldades e como superá-los”. Eles não poderiam copiar nem transcrever trechos dos textos oferecidos para apoio.
Jaqueline Pinheiro Balera, vencedora do concurso
Ao todo foram 26 inscrições. A coordenadora Lucilene Gomes Mendonça destaca a importância de saber o que os alunos pensam do que é ser estudante hoje. “Primeiro foi feita uma reunião com todos os professores para discutir o aproveitamento dos estudantes em sala de aula, mas nada melhor do que escutar dos próprios alunos, afinal são eles que vivenciam tais experiências no dia a dia”.

A iniciativa teve o apoio da professora do ensino médio Leila Borges e demais professores de Língua Portuguesa da escola. A dissertação vencedora foi escrita pela aluna Jaqueline Pinheiro Balera, 16 anos.









EE PROFª REGINA VALARINI VIEIRA – BIRIGUI
CONCURSO DE REDAÇÃO  - 2011   -     PARA    3ªs   SÉRIES   DO    EM
TEMA-  O QUE É SER ESTUDANTE: DESAFIOS, DIFICULDADES E COMO SUPERÁ-LOS.
ALUNA - JAQUELINE PINHEIRO BALERA  -  3ª SÉRIE B - ENSINO MÉDIO -  MANHÃ

Ser um estudante
          Graças às pesquisas dos grandes pensadores, hoje, cria-se uma paisagem moderna na qual o homem não se imagina sem a tecnologia em seu cotidiano.
          No passado, os cientistas precisaram resistir às convenções da época, o conhecimento era pouco importante quando explicavam fatos através da forte religiosidade do mundo medieval.    Atualmente, a dificuldade é a mesma, porém em circunstâncias diferentes. No Brasil , o estudante  esta cada vez mais limitado, principalmente  tratando-se de um jovem de baixa renda, que necessita deixar os estudos para trabalhar e ajudar nos gastos familiares.
         Outro ponto lamentável a ser citado é sobre o aluno da escola pública ingressar em universidades particulares e o de escolas privadas  para as grandiosas universidades estaduais e federais. O sistema dá oportunidades para aqueles que já as têm.Injusto diante de uma sociedade  com tantas desigualdades e má distribuição de renda.   No entanto, gradualmente, pode-se perceber  pequenas mudanças. O verdadeiro coração de estudante vem superando esses obstáculos.
         Aquela tecnologia, conquistada pelos próprios amantes do saber, só ajudou. O homem está cada vez mais apto a crescer por si só. Vestibulares deixados no chão, microempresas em desenvolvimento ,talentos espalhados por todos os cantos do Brasil.
          Contudo, a  principal essência de ser um estudante  é aprender  na escola da vida,  é superar as dificuldades e crescer com os desafios.  

2 comentários: