quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Bienal do Rio de Janeiro começa hoje com 134 autores convidados

Por Folhapress
William P. Young autor do livro "A Cabana"


A Bienal do Livro do Rio começa hoje com 134 autores convidados - 113 nacionais e 21 estrangeiros. A abertura oficial está programada para às 15h30, no pavilhão do Riocentro, com a presença da presidente Dilma Roussef.

O canadense William P. Young, autor do sucesso "A Cabana", é um dos principais destaques da programação. Somente no Brasil, o livro vendeu 3 milhões de cópias desde o lançamento, em outubro de 2008, segundo a editora Sextante (nos EUA, foram mais de 10 milhões).

Para comparação: os sete "Harry Potter" venderam 3,6 milhões em uma década.
Cerca de mil títulos serão lançados durante o evento, com expectativa de venda de cerca de 2,5 milhões de livros. A expectativa de público é de 600 mil pessoas, durante todo os dias do evento. Além dos debates, a Bienal terá um setor dedicado às crianças, a Biblioteca Mirim, que reunirá grandes obras dirigidas ao público infantojuvenil e terá cerca de seis sessões diárias de contação de histórias.

A CABANA
Poucos terrenos poderiam ser mais férteis que o do sincretismo religioso nacional para acolher a excêntrica Santíssima Trindade de William P. Young.

A saber: um Deus-pai que é uma mãe, negra e acolhedora; um Espírito Santo que é uma jardineira oriental; e um Jesus que é um jovem carpinteiro judeu, capaz tanto de caminhar nas águas como de derrubar o jantar no chão.

A parte que introduz a tragédia de Mack é bastante piegas, e Young resvala no excesso de adjetivos e de metáforas gastas.

Ainda assim, mostra que não é um inepto literário: ao adotar o discurso indireto livre, em vez da primeira pessoa, evita o risco maior do tom confessional.

Mesmo com as deficiências, mantém o suspense, segurando o leitor até seu interesse principal: a narração da experiência religiosa de Mack. Daí, lança mão do diálogo, que traduz, numa linguagem fácil e com humor, conceitos do cristianismo, como o livre-arbítrio e o amor ao próximo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário