quarta-feira, 8 de junho de 2011

Vocação

Por Cláudio Henrique da Silva

Durante sua evolução, o ser humano vai conhecendo suas virtudes, defeitos, potenciais e limitações. Esta interação com o "eu" é fundamental para o sucesso do indivíduo em todas as áreas sociais. Quem não sabe o melhor para si se torna infeliz, afinal nada mais desagradável do que praticar aquilo que não se gosta. Sendo assim, quero compartilhar uma experiência. Meu contato com o jornalismo começou na infância. Venho de família com vivência na área e isso me fez adentrar no mundo do rádio e jornal de maneira natural.

Mas foi pelo antigo projeto "Folha da Região na Sala de Aula", embrião do atual Ler para Crescer, que passei a conhecer melhor as notícias e seus componentes. Assim como hoje, o jornal era utilizado na sala de aula periodicamente e os alunos ficavam empolgados. A cada aula com a mídia, aprendia a valorizar o trabalho daquele que se desdobra para dar informação idônea.


Contudo, o trabalho não consistia em apenas ler o jornal na sala. Recortávamos as principais matérias e exibíamos para todas as turmas em um mural.

Na Escola Estadual Altina Moraes Sampaio, tive um enfoque mais diferenciado, com visão crítica. Lá instituímos o jornal falado, divulgado semanalmente. Entre os fatos marcantes noticiamos a queda do World Trade Center, em 2001, e o pentacampeonato do Brasil, em 2002.

Também surgiu a Rádio Altina. Entre uma canção e outra, dávamos informações. Conseguimos montar um jornal semanal. O "Primeirão" foi um sucesso e se tornou "O Altinão", que passou a cobrir os acontecimentos da escola.

Hoje sou formado em jornalismo e estou há dois anos na Folha da Região, onde comecei como estagiário e hoje sou editor. Ressalto a importância do Ler para Crescer feito por profissionais que não retêm conhecimento, mas o transmitem pelo bem da sociedade. Cláudio Henrique da Silva Ferreira é jornalista e editor da Folha da Região

Nenhum comentário:

Postar um comentário