quinta-feira, 16 de junho de 2011

Mais uma vez os contos de fadas

Por Márcia Lorca


Não é mistério algum aos leitores o quanto eu gosto dos contos de fadas. Acredito que esse é um gênero especial para o trabalho em sala de aula com alunos de praticamente todas as séries, afinal servem de ponto de partida para variadas atividades nas mais diversas linguagens. E, em minhas buscas por novos livros, encontrei um da editora Melhoramentos, publicado em 2010, intitulado Não era uma vez... contos clássicos recontados, organizado por vários escritores da América Latina.

Nessa obra, o artístico literário fica por conta da criatividade de cada escritor em reelaborar um conto de fada tradicional, de acordo com as características de seu país. O Brasil não ficou de fora e foi representado por Angelo Machado, na reescritura do conto “Os três porquinhos e o lobo-guará”. Nele o vilão não é o lobo, mas o vento que quer derrubar as casas dos porquinhos Joãoporquinho, Zéporquinho e Manéporquinho.


Em seguida, outro vilão aparece: o caçador que tenta enganá-los dizendo ter licença da Polícia Florestal para caçar o lobo. Nessa grande brincadeira em que se torna a narrativa, o autor consegue reunir a tradição secular dos contos e o contexto brasileiro, o que torna a história movimentada e até despretensiosa.

É do Chile a versão para a história “Rapunzel (e uma grande desordem)”. A escritora Beatriz García Huidobro propõe uma narradora bem desorganizada que precisa escrever uma redação à professora sobre a história de Rapunzel. A bagunça é tanta que a história vai sendo composta com interferências de todas as outras personagens dos contos de fadas. Conforme se dá o movimento do pai de Rapunzel na tentativa de roubar os “rapunzéis”, as outras histórias vão se desenredando e o humor passa a ser a tônica do texto.

Outra reescritura é a de Julio Calvo Drago, escritor guatemalteco, do famoso Soldadinho de Chumbo, denominada “O mistério do coração cinza”. A estrutura da história segue uma espécie de relatório investigativo apresentado por um boneco de plástico de codinome “Z-0”. O cerne da investigação se dá pelo estranho objeto encontrado: um coração prateado com uma lantejoula. Esse é o tema que a “Divisão de Assuntos Paranormais da Polícia de Brinquedo precisa descobrir. E o leitor segue curioso nas anotações diárias desse boneco.

Assim todos os recontos são construídos, oferecendo uma gama de possibilidades de atividades ao trabalho docente. O que interessa aqui são as narrativas transformadoras em que o aluno poderá se inspirar para criar suas próprias histórias. Há desde a novidade nos gêneros adotados em cada texto, as linguagens e a ambiência que cada um assume para representar o país de origem dos escritores, bem como o trabalho intertextual na costura da narrativa tradicional com a moderna. Livros como esse podem auxiliar bastante o desenvolvimento da expressão linguística e criativa dos alunos - uma experiência tentadora para a sala de aula.

7 comentários:

  1. já li o livro na escola e achei muito legal até reescrevi a história
    adorei principalmente a história de cinderela tal como me contaram e outras tambem
    Mas tambem queria dar os parabens ao autor (a) e ao ilustrador (a) gostei muito deste livro
    minha # de hoje é: #adoro o livro não rea uma vez!!!!
    espero que exista outros livros livros como este e para quem não tem procure comprar um ai vcs vão entender direito por que eu estou elogiando tanto comprem não deve ser tão caro alias quando eu li a história da cinderela eu ja procurei comprar e não é que comprei mesmo acreditem não é mentira e pelo preço que eu pagei vcs iriam querer comprar varios por que é tão barato espero que aqueles que vão comprar gostem,que os que já tem tenham gostado os que não querem comprar vá pense duas vezes para não perder um livro tão bom igual a este e os que não gostaram que pena ´por que não sabem o que estão perdendo
    beijos e boa compra (para aqueles que vão mesmo comprar) obrigada pela atenção e por terem lido e aqueles que não leram,que leram só um pedaço e não leu o resto,OBRIGADO MESMO ASSIM!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. parabens autor (a) amo seulivro e tenho um adorei todos os contos
    beijos e um grande abraço

    ResponderExcluir
  3. parabens autor (a) pelo livro muito legal

    ResponderExcluir
  4. gostei muito do livro acho D+

    ResponderExcluir