segunda-feira, 11 de abril de 2011

Iniciativa difunde hábito da leitura

Uma sacola de livros para ser levada de graça para casa. Mas após a leitura, tem que fazer o favor de disponibilizar para outros fazerem o mesmo. Este é o objetivo de um projeto que está sendo desenvolvido desde ontem pela Biblioteca Pública Municipal "Professor Fausto Ribeiro de Barros", de Penápolis.

Batizada de "Sacola da Leitura", a iniciativa da biblioteca e da Oficina de Criação da 1ª Casa de Penápolis pretende difundir o hábito de leitura, formar novos leitores e propiciar o acesso direto ao livro em vários locais da cidade. Pelo projeto, as sacolas serão colocadas em vários pontos, como praças, bancos de igrejas, bares, lanchonetes, lojas, clubes, hospitais, salas de esperas de dentistas, médicos, creches, escolas e uma multiplicidade de lugares frequentados por muitas pessoas no dia a dia.


Segundo nota divulgada à imprensa, a ideia é realmente "libertar" o livro, deixar que muitas pessoas tenham acesso a ele de uma maneira mais fácil, criando em Penápolis uma grande biblioteca aberta em vários pontos. Para participar do projeto, é preciso apenas cumprir duas regras: ler e novamente libertar o livro, colocando em outro ponto da cidade ou emprestando para outra pessoa que deseje ler, sempre dentro da sacola. As sacolas que carregam os livros foram doação da empresa Canta Claro. A iniciativa tem apoio das secretarias municipais de Educação e de Cultura.

O projeto "Sacola da Leitura" foi inspirado no conceito bookcrossing, a prática de deixar um livro num local público, para que outros o encontrem, o leiam, o voltem a libertar e assim sucessivamente.
Essa prática foi difundida nos Estados Unidos e Europa e já conta com mais de 600 mil participantes em cerca de 130 países.

Nenhum comentário:

Postar um comentário