sexta-feira, 15 de abril de 2011

Da notícia à realidade, os benefícios do jornal na sala de aula

Motivados por notícia publicada em jornal diário sobre inspeção da Vigilância Sanitária em cantinas de escolas públicas e particulares, alunos do 4º ano da Escola Municipal São Silvestre, em Telêmaco Borba/PR, foram pesquisar como estava a situação da cantina da sua escola. A professora da turma, Sueli Rodrigues Nassar, e a coordenadora pedagógica da escola, Giselle Aparecida Oliveira, aceitaram a sugestão e envolveram todos na pesquisa.

Além das notícas de jornal, as educadoras levaram outros textos para os alunos lerem e conhecerem mais sobre o assunto. E discutiram temas como vida e alimentação saudável.

Depois de bem informados sobre o assunto, as crianças entrevistaram a cozinheira da escola, Dona Santa. Todos estavam curiosos para saber há quanto tempo ela trabalhava na cantina e como era feito o cardápio do lanche. Dona Santa respondeu todas as perguntas, ressaltando a importância da higiene antes da preparar qualquer alimento. Ela contou para os estudantes que a responsável pelo cardápio do lanche era a nutricionista da Rede Municipal da Educação do município, uma informação nova, pois eles nem sabiam que existia uma nutricionista para cuidar da alimentação dos alunos da escola.

Para não esquecer a experiência, os jovens produziram textos contando tudo o que vivenciaram. E depois, como de costume, levaram o jornal para suas casas, para repassar aos familiares tudo o que aprenderam na escola. “Depois desse trabalho percebo como é importante o projeto Vamos Ler na nossa escola, é através dele que podemos mostrar para nossas crianças que a leitura é muito importante para formação de cidadãos conscientes e críticos, é muito importante para a formação da nossa sociedade”, falou Giselle.

Leve meios de comunicação para suas aulas, leia com seus alunos, oriente-os e estimule-os a questionar, a querer saber mais, a entender o que acontece na sociedade. Faça-os perceber o seu papel como jovens cidadãos… ativos, críticos, participativos!

(Por Talita Moretto, do Programa Vamos Ler!)

Nenhum comentário:

Postar um comentário